Meu filho está crescendo?

Captura de Tela 2016-07-26 às 09.10.01.png

Atire a primeira pedra a mãe que nunca sequer pensou: “Será que meu filho está crescendo de forma adequada?”. Esse pensamento é totalmente compreensível, e a melhor forma de sanar as dúvidas é por meio da explicação do crescimento normal da criança.

Quais os fatores que estimulam o crescimento, e que podem contribuir com um processo pleno, e que se não bem trabalhados podem acabar atrapalhando o desenvolvimento?

  • Fatores genéticos: determinam o potencial de crescimento do seu filho.
  • Fatores neuroendócrinos: estímulo do corpo por meio do Sistema Nervoso Central e de hormônios.
  • Fatores ambientais: ausência de doenças crônicas como, por exemplo, a asma; vacinação adequada (evitando doenças de fácil prevenção); atividade física; higiene do ambiente domiciliar; relações afetivas e sono adequado.
  • Fatores nutricionais: alimentação balanceada

Ainda mais, sobre o funcionamento do crescimento de uma criança é interessante saber:

  • Aumento da estatura em torno de 50% no primeiro ano de vida (média de ganho de 25 cm ao final do primeiro ano).
  • Ganho de 13 cm no segundo ano de vida.
  • 8 cm aos 2 anos, 7 cm aos 3 anos e média 5-6cm até o início da puberdade.

Percebemos com esses dados que em números absolutos, as crianças diminuem o seu ritmo de crescimento com o passar dos anos, nos dando a sensação de dever cumprido somente com a chegada do estirão da adolescência (tema de um próximo encontro aqui no site).

A fase de desaceleração do crescimento é justamente o período em que as mães ficam com mais dúvidas sobre o crescimento de seus filhos, por isso o tema de hoje está sendo abordado.

A melhor forma de garantir um futuro com todo o potencial de crescimento sendo explorado é sempre levar o seu filho ao pediatra, e não somente quando o mesmo estiver doente.

O paciente pediátrico em todas as suas consultas tem sua estatura e peso aferidos, para que esses valores sejam comparados com os números de crianças da mesma idade. Um pediatra que tenha um acompanhamento duradouro de seu paciente, no menor sinal de alteração no ritmo considerado normal deve investigar o quadro.

Deste modo, vocês pais,  já conseguem entender melhor o crescimento do seu filho. O poder para que isso seja estabelecido de forma correta encontra-se em suas mãos. Divida essa responsabilidade com um pediatra de confiança e ganhe como recompensa uma criança feliz e saudável.

Dr. Matheus Alves Alvares CRM SP 168481

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s