Infecção Urinária

O trato urinário é o sistema de órgaos que produz, armazena e transporta a urina para fora do corpo.

Os órgãos do trato urinário são:

  • Rins: filtram o sangue e produzem a urina.
  • Ureteres: tubos finos que levam a urina dos rins até a bexiga.
  • Bexiga: armazena a urina.
  • Uretra: é o tubo que elimina a urina para fora do corpo.

A infecção do trato urinário é causada por bactérias. Normalmente a urina não tem presença de bactérias. Mas, se elas conseguirem se transportar para a bexiga ou para os rins, podem causar infecção do trato urinário.

Uma criança pode ter essa infecção se:

  • Seu sistema urinário não se formou corretamente antes de nascer
  • Sua bexiga não funciona de maneira correta
  • São meninos e não foram circuncidados

Os sintomas de uma infecção urinária dependem da habilidade da criança falar:

  • Dor ou queimação ao urinar
  • Necessidade de urinar mais do que o usual
  • Dor na parte da parte baixa da barriga
  • Febre

Existem exames para verificar se a criança está ou não com infecção do trato urinário. Para a coleta da urina a criança, se possível, deverá urinar em um potinho em ambiente médico para que a mesma possa ser analisada em laboratório.

Caso sua criança não tenha controle urinário, um médico ou uma enfermeira poderá coletar a urina por meio de um pequeno tubo, em um processo chamado sondagem.

O tratamento é realizado com antibióticos, que irão matar as bactérias.

Os sintomas de seu filho ou filha, podem apresentar melhora em 1 a 2 dias do uso da medicação. É importante que o antibiótico seja administrado exatamente como prescrito, ou a infecção pode retornar.

Procure um serviço médico se seu filho apresenta piora dos sintomas ou não haja possibilidade de administração do medicamento.

Se uma criança tem muitas infecções do trato urinário há necessidade de realizar exames para entender o que pode estar acontecendo com ela, e até mesmo ter de tomar antibióticos diariamente.

Uma infecção urinária não é tão simples quanto parece, não é?

Dr. Thiago Olivetti Artioli CRM-SP 163850

Como os rins podem adoecer?

Captura de Tela 2016-06-02 às 21.18.16

Aqui será falado sobre doença glomerular, que é o nome de uma doença que afeta os rins. Estes são órgãos que fazem parte do trato urinário que participam da produção de urina.

Todo rim tem duas partes:

Uma parte que filtra o sangue, retirando as impurezas e o excesso de álcool e água

Uma parte que coleta a urina

Na doença glomerular a primeira parte não está funcionando de modo adequado. Como resultado, substâncias que não deveriam estar na urina como sangue e proteínas podem aparecer por lá.

Essa doença renal pode se desenvolver rapidamente ou durante um longo período de tempo, sendo que existem vários tipos de doenças glomerulares e cada uma pode ter uma causa diferente.

Algumas vezes elas podem causar doenças muito graves, levando a insuficiência renal aguda, o que significa que os rins param de funcionar adequadamente.

Elas podem causar também doença renal crônica, que pode ser entendido como a parada lenta do funcionamento dos rins.

Os sintomas dependem do tipo de doença glomerular que a criança pode ter e o que poderia a estar causando. Estes podem ser:

  • Sangue na urina, ou urina avermelhada, rosada ou marrom.
  • Inchaço das mãos, da face, pés, ou barriga.
  • Sensação de cansaço.
  • Urinar pouco.

Algumas  pessoas podem nem mesmo apresentar sintomas, e acabam descobrindo o problema durante um exame de rotina.

Existem vários exames e testes diagnósticos para doenças glomerulares, que vão desde exames de sangue e urina, até ultrassonografia dos rins e biópsia, que é a retirada de uma pequena porção do rim para poder ser analisado por um médico patologista.

O tratamento de uma doença glomerular depende dos sintomas, o que está causando os sintomas e o quão rápido a doença está avançando.

Algumas não precisam de tratamento, mas apenas controle. Outras podem apresentar resolução sem uso de medicamentos específicos.

Quando há necessidade de tratamento, este pode incluir:

  • Medicamentos chamados esteroides.
  • Medicamentos muito fortes, os quais são capazes de desligar o sistema imune de uma criança.
  • Diuréticos, os quais fazem o pacientes urinar mais.
  • Anti-hipertensivos, pois algumas glomerulonefrites podem cursar com aumento da pressão arterial.
  • Hemodiálise, que é o procedimento em que uma máquina bombeia o sangue para fora do corpo, filtra e o reorganização para o corpo.
  • Diálise peritoneal, um procedimento que pode ser realizado até mesmo em casa, diariamente. Ele envolve a colocação de um fluido especial dentro da barriga da criança, o qual coleta o excesso de sal e água no sangue. Após o procedimento o fluido é drenado para fora do corpo.

Há ainda o transplante renal, usado quando a equipe médica decide que o melhor é a colocação de um rim saudável dentro do corpo de um paciente com doença renal.

Na maior parte das vezes em que um diagnóstico de doença renal glomerular é feito para os pais de uma criança, a palavra pode parecer estranha e o desconhecimento sobre o funcionamento de um dos órgãos mais complexos do corpo humano, como os rins, pode assustar.

Sempre tire suas dúvidas com seu médico e busque informações de fontes confiáveis, as quais ele mesmo pode indicar.

Dr. Thiago Olivetti Artioli CRM-SP 163850